Vídeo

Feelings

26 nov

Ontem foi meu aniversário (por favor, não me dêem os parabéns).
Por obra do destino este ano ele coincidiu com uma terrível TPM. Resultado: estou mais sensível, mais ansiosa e muito mais crica.
Aí, juntou com alguns acontecimentos “inevitáveis” e pronto: to com ódio da palavra “parabéns” e seus derivados: “feliz aniversário”, “Deus te abençõe”, “Felicidades”.
Como fazia tempo que eu não passava aqui no blog e como estou hiper sensível, resolvi escrever.
Nestes 29 anos eu passei por muita coisa, e muitas vezes tentei me moldar a situações, pessoas, empresas e conveniências. Me tornei mais “durona” e também mais “dura”.
O “durona” é no sentido de desenvolver a coragem, tirar a bunda gorda da cadeira, partir pra ação. Sim, me orgulho de não ter ficado esperando as coisas caírem do céu, mesmo quando a minha bolha era mais gostosinha. Tudo o que conquistei até hoje foi devido a isso… Talvez seja a minha maior (ou única) “qualidade”.
Porém eu fiquei mais “dura”. E isso significa que eu desenvolvi excessos. Excesso de desconfiança, excesso de desapego, excesso de sinceridade, de sarcasmo de desdém.
Eu me afastei de várias pessoas pelos meus extremismos. E afastei pessoas de mim, pelo mesmo motivo. E no meio desse caminho eu ainda não encontrei a minha auto-estima.
Como não sou de ficar imóvel diante dos desafios, então eu vou tentar.
Como canta o Bono Vox : “I still haven’t found what I’m looking for”, mas eu continuarei tentando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: